Arquivo do Autor: studart

O encontro de Lúcifer com o Anjo da História de Benjamin

Por Hugo Studart Em um de seus memoráveis ensaios, “Sobre o conceito de História”, o filósofo alemão Walter Benjamin (1892-1940) toma como referência metafórica uma aquarela de Paul Klee que ele comprou em 1921, batizada de Angelus Novus. Por se … Continue lendo

Publicado em Espiritualidade, Teorias | Com a tag , , , , , , , | Deixe um comentário

Tortura como cisão de corpo e mente

Com o funcionamento da Comissão Memória e Verdade vem à tona com toda a sua barbárie a tortura como método sistemático do Estado ditatorial militar de enfrentar seus opositores. Já se estudaram detalhadamente os processos de desumanização do torturado e … Continue lendo

Publicado em Direitos Humanos, História | Com a tag , | 2 Comentários

O despertar da consciência — com Gurdyeff e Ouspensky

O misterioso mago Gurdyeff atravessou a vida na busca pelo “Milagroso”. Já seu parceiro, Ouspensky, buscava o “Conhecimento Real” na conciliação entre espírito e matéria. Contudo, o que mais me chamou a atenção nos ensinamentos de Gurdyeff foi o fato … Continue lendo

Publicado em Espiritualidade | Com a tag , , , , , , | Deixe um comentário

O grande diálogo do amor

Assim falou, um dia, o Amante à sua Amada: “- Não quer você seguir, comigo, a mesma estrada? “E Ela disse: “- E se for uma grande subida  para enfrentarmos, os dois, durante toda a vida?”  “Não temas a subida” … Continue lendo

Publicado em Pensamentos | Com a tag , , , | Deixe um comentário

A encruzilhada mágica da recordação com a Esperança

Dormimos sem as respostas sobre qual caminho seguir para efetivar nossos sonhos. E na manhã seguinte queremos recomeçar outra vez. E nos cobramos pelo que não terminamos. Se levantamos todo dia, é porque refletimos sobre o passado. Buscamos em nossos … Continue lendo

Publicado em Pensamentos | Com a tag , | Deixe um comentário

Os Degraus de Ouro da Teosofia

Uma vida limpa Uma mente aberta Um coração puro Um intelecto faminto Uma percepção espiritual desvelada Ser fraternal para com todos Corajosa paciência na injustiça pessoal…

Publicado em Pensamentos | Com a tag , | Deixe um comentário

Suba em paz, meu caro professor de como ser macho-alfa, mas com ética

Ele era o único ícone de carne-e-osso em nossos mais remotos ensaios para algum dia virarmos machos-alfa. Um gostava do Superman. Outro, do Aranha. Eu queria ser o Batman. Mas nas brincadeiras de luta-livre dos moleques de rua, todos queríamos … Continue lendo

Publicado em Posts | Com a tag , , , | Deixe um comentário

Vergonha de ser honesto

 “De tanto ver triunfar as nulidades, de tanto ver prosperar a desonra, de tanto ver crescer a injustiça, de tanto ver agigantarem-se os poderes nas mãos dos maus, o homem chega a desanimar  da virtude, a rir-se da honra, a … Continue lendo

Publicado em Pensamentos | Com a tag , , | Deixe um comentário

O Aniversário da Sra. Cohen

Como um fato tão banal quanto o aviso de aniversário pelo Facebook de uma senhora de meia-idade nos remete a um tal de Walter Benjamin, um judeu fumador de haxixe que  nos ensinou a usar as reminiscências da memória para fazer … Continue lendo

Publicado em Cronicas, Teorias | Com a tag , , , , | Deixe um comentário

Sobre a arte de ser julgado

Publicado em Pensamentos | Com a tag | Deixe um comentário

As imprudências de Ana Prudente na luta pelos deficientes físicos

Ela mobilizou famílias, procurou autoridades, organizou passeatas de mães carregando filhos nas costas rumo às escolas como se fossem sacos de batatas. Eis a história de Ana e seu filho Denis –ela uma mãe-leoa que luta por uma vida menos dura para os portadores de necessidades especiais … Continue lendo

Publicado em Cidadania | Com a tag , , | 1 Comentário

A hora do beija-flor

A vida é tão intensa! Geralmente só conseguimos registrar na memória grandes eventos, furacões, vulcões, guerras, heróis olímpicos, personalidades tonitroantes… Mas é bom por vezes parar por alguns minutos. Respirar, refletir, observar… São nesses instantes, tão raros quanto delicados, que … Continue lendo

Publicado em Espiritualidade | Com a tag | Deixe um comentário

Por uma tomada de “ligar” e “desligar” emoções

 Amei esta imagem. Inspiradora. Seria real ou criação da arte humana? Descobri ser uma foto das Torres Del Paine, Patagônia Chilena. Curioso: estive ai anos atrás. Com um grupo de desconhecidos. Em um momento emocionalmente frágil. Não curti. Não gravei. … Continue lendo

Publicado em Espiritualidade | Com a tag , | Deixe um comentário

Quando encontramos frestas de luzes nas sombras de nosso caminho

Em nossa longa caminhada pela Vida, seria tão bom que só houvesse vales verdejantes. Mas estamos sempre a nos defrontar com encruzilhadas, montanhas, escarpas, precipícios, muralhas, cavernas… De longe, costumam produzir belas paisagens. Algumas, dá para escalar ou contornar. Outras, … Continue lendo

Publicado em Espiritualidade | Com a tag , , | Deixe um comentário

Por vezes nossos caminhos tornam-se nebulosos. Como saber se escolhemos os caminhos do bem?

Publicado em Espiritualidade | Com a tag | Deixe um comentário

No aniversário do mestre Tolkien, a encruzilhada mágica entre História e Mito

Hoje completam-se 75 anos da publicação de “The Hobbit”, livro que deu origem à saga “O Senhor dos Anéis” (The Lord of the Rings). Dia 22 de setembro, junto com a primavera, os personagens Bilbo e Frodo completam aniversário. Devia ter eu 15 ou 16 … Continue lendo

Publicado em Posts | Com a tag , , , , | Deixe um comentário

“O homem é do tamanho do seu sonho” (Fernando Pessoa)

Publicado em Pensamentos | Deixe um comentário

Da série: os limites entre o jornalista e a fonte – 3

Celso Amorim faz o tipo simpático e suave. É extremamente culto, mas sem pedantismo. Conheço-o há quase 30 anos. Foi meu professor no curso de Ciência Política na UnB. Depois foi minha melhor fonte quando ele era assessor internacional do Ministério da … Continue lendo

Publicado em Posts | Com a tag , , | Deixe um comentário

Da série: os limites entre o jornalista e a fonte – 2

Guido Mantega faz o tipo tímido e introspectivo. É afável. Mas não é o tipo de autoridade que costume manter relações pessoais com jornalistas. Ao contrário, procura manter distância regulamentar. O “fontismo” em Brasília é a regra. Jornalistas e fontes … Continue lendo

Publicado em Posts | Com a tag , , | Deixe um comentário

Quais os limites entre um profissional e a fonte de informação?

  É curioso eu ter encontrado essa foto antiga, de 2005, no exato dia em que o deputado João Paulo Cunha, do PT, teve a certeza de que será condenado pelo Supremo no processo do mensalão. João Paulo era presidente … Continue lendo

Publicado em Posts | Com a tag , , | Deixe um comentário

Arendt e a Comissão da Verdade

“É bem verdade que o passado nos assombra; é função do passado assombrar a nós que somos presentes e queremos viver no mundo como ele realmente é, isto é, como se tornou o que é agora” (Hannah Arendt)

Publicado em Pensamentos | Com a tag , , | Deixe um comentário

A memória, o perdão e o esquecimento –ou a dor de sentir a presença da ausência

 Uma discussão sobre o paradoxo entre a Lei da Anistia e a Comissão da Verdade, em diálogo com os pensamentos de Paul Ricoeur e Hannah Arendt Por Hugo Studart O episódio a ser analisado neste ensaio, a Guerrilha do Araguaia, trás a oportunidade de … Continue lendo

Publicado em História, Teorias | Com a tag , , , , | Deixe um comentário