APRESENTAÇÃO – COMUNICAÇÃO E INTELIGÊNCIA NA GESTÃO DE CRISES

Curso de extensão interdisciplinar nas áreas de Comunicação e de Inteligência aplicado à gestão de crises políticas, institucionais ou empresariais, relacionadas com acusações de corrupção, de danos ao meio ambiente ou, ainda, de violações às boas práticas de cidadania ou de Direitos Humanos. Assim, o objetivo final é buscar informações, conceitos e técnicas que permitam gerenciar adequadamente crises de imagem de autoridades, políticos ou corporações privadas.

PÚBLICO

Destina-se aos profissionais da Comunicação (como jornalistas e assessores de imprensa) e de Relações Institucionais e Governamentais (RIG), como também aos profissionais das áreas de Ciência da Informação e Inteligência que buscam ampliar seus conhecimentos em gestão de crises.

ESPECIFICAÇÕES

Estrutura: módulos de 8 horas, funcionando como workshops e oficinas independentes e opcionais. Estão ofertados 8 módulos básicos (1º semestre 2018) e 8 módulos intermediários (2º semestre 2018).

Turmas: mínimo de 10 integrantes.

Inscrição: R$

Períodos:
Básico – de março a julho;
Intermediário – de agosto a novembro;
Obs.: oferta de 1 módulo a cada 15 dias (sempre aos sábados)

JUSTIFICATIVA

A consolidação da Democracia no Brasil — com a combinação da autonomia do Ministério Público e a independência operacional crescente de órgãos públicos como Polícia Federal, Receita Federal, COAF e Banco Central — aliada à liberdade de expressão da imprensa, têm aumentado de modo substancial a capacidade de investigação e de punição à corrução de entes públicos e privados. Assim, nos últimos 10 anos — em especial devido à sucessão dos escândalos do Mensalão e da Operação Lava Jato — o País foi transformado em permanente cenário de crises, envolvendo autoridades do governo, políticos e, mais recentemente, empresas privadas e estatais. Em outra vertente, demandas crescentes da sociedade por questões como cidadania e meio ambiente têm provocado crises corporativas, com acusações de trabalho escravo no agronegócio e nas indústrias, homofobia e, ainda, desastres ambientais. Para gerir essa profusão de crises — que podem provocar estragos profundos na imagem pública das autoridades ou das empresas — não são necessários apenas advogados, mas também especializados profissionais de Comunicação, de Inteligência e de Relações Institucionais.

COORDENADORES DO CURSO

Professores: Homero Zanotta e Hugo Studart.

VÍNCULO INSTITUCIONAL (Certificação)

Instituto Sagres – Gestão e Políticas Estratégicas Aplicadas.

O SAGRES é um instituto que reúne um grupo de profissionais com formação acadêmica diversificada, orientados a produzir e difundir conhecimentos em campos como planejamento e gestão estratégica, cenários prospectivos, inteligência, política e gestão de crises, dentre outros. Fundado em 2004, hoje conta com 40 especialistas e já realizou consultoria e capacitação para diversos órgãos públicos e empresas privadas, como o Ministério Público do Trabalho, o Banco Central, a Secretaria do Meio Ambiente de São Paulo, o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) e o Instituto Euvaldo Lodi, da Confederação Nacional da Indústria.